“Arcano regente da semana – A Purificação”

7deouros

Encontro com sua essência…

Este é um momento de encontro consigo mesmo.

Parece que agora tudo está claro.

Seus ideais se delineiam na sua frente.

Você se sente em sintonia com tudo, como se o universo tivesse aberto um canal de livre fluência para você.

Com isso você passará a entender muito melhor os outros e a vida também.

Passando a ver os erros alheios como dificuldades, se sentirá mais leve, e passará a aceitar melhor a forma dos outros viverem.

Consciente da direção que você quer a sua vida, estará apto para tomar decisões, você não quer se dispersar em situações que confundem seus objetivos.

Você estará fazendo uma limpeza geral nas suas atividades, em função de concentrar toda a sua energia nestes canais que permitem você aprender e cooperar com o que você tem de melhor. Oportunidades e situações vão surgir trazendo a confirmação que você está no caminho certo, com isso todas as dúvidas serão eliminadas.

No geral:
Esclarecimento que traz eliminação de dúvidas e mágoas. Reconciliação. Alívio de ressentimentos. Uma limpeza na sua vida afetiva, mas, do coração, abrindo mais espaço para amar…. 

 

Arcano do dia “A Estrela”

mol166

O que te faz continuar a sonhar, a desejar, a planejar o futuro? Não há garantias, nenhuma certeza. Então, por que continua? A resposta para isso está na fé. Mesmo aqueles que se dizem céticos possuem fé. A fé não é necessariamente religiosa. A fé é a esperança.

Quem perde a esperança, perde a fé. Quando se perde a fé, a vida torna-se sombria, doentia e amorfa. Quando há fé, há confiança em seguir, em perseverar por seus objetivos.

Quando a fé é racionalizada ela perde sua força. Tentar explicar a fé é matá-la, tira-se dela seu poder cósmico, restando apenas a desesperança.

A fé não pode ser uma crença criada pela mente.  A fé é a certeza e a confiança de que a sua existência é uma parte de um todo e não um fim em si mesma. Ela nos remete ao sentido cósmico de nossas vidas, à nossa espiritualidade.

A fé está ligada à espiritualidade. Quanto mais materialista é nossa forma de viver, mais distanciados ficamos dos aspectos sutis da própria vida. Integrarmos às demais forças da natureza e do Universo traz outro sentido de vida e ajuda a nos libertarmos dos antigos padrões há muito obsoletos e que só nos traz sofrimento e dor.

A fé se relaciona com a pureza e, para essa purificação, é preciso se despir de todas as camadas de maquiagem, de armaduras e de máscaras. É preciso abolir as crenças autossabotadoras que restringem a autoconfiança e a capacidade de crer em seu potencial e em quem é.

A fé permite caminhar, confiar e acreditar em sua jornada, no amor e, principalmente, na própria vida.

Texto de Magda Kumara

“Rituais”

agora11336

Ritual é um ato de dar uma pausa na nossa jornada, para que possamos aprender que toda vida é sagrada. O Ritual implica em ritmo, constância, cadência, algo que cria uma frequência de vibração ritmada e constante, o que nos proporciona a capacidade de nos afinar com os ritmos de frequência da natureza, e consequentemente, com os seres afins que se aproximam e interagem com o círculo.

Ritual de Purificação da Casa

Dissolva uma pedra de anil em um balde de água, umedeça um pano nesta água e passe pelo chão de toda casa, desde o último cômodo até a entrada da casa. Jogue a água fora, se possível na terra, ou em água corrente (pia ou tanque).
Em seguida, com um incenso de limpeza (Religare ou Ananda – Incenso Terapêutico e de Limpeza).
Inicie a defumação com incenso, começando pelo canto do lado direito da porta de entrada.
Faça 3 vezes o sinal da cruz, fazendo a invocação do Anjo Protetor da Casa:
“Cada casa tem um canto
Cada canto tem um Anjo.”
Rezar o Pai Nosso indo de um canto a outro.
Fazer novamente o sinal da cruz por 3 vezes, fazendo a invocação do Anjo em cada canto, e rezando o Pai Nosso de um canto a outro.
Vá circundando todos os ambientes.
Termine ao chegar novamente na porta de entrada.
Deixe o incenso queimando na porta de entrada (se for possível do lado de fora).
Em seguida tome um banho de limpeza.
Preparados para Banhos
500 gramas à 1 kg de ervas para um balde de água, ou 30 à 60 gramas de ervas para 1 litro de água. Se não tiver como medir a quantia, apenas pegue um punhado de ervas, a medida de sua mão é a medida de sua necessidade.
Colocar a água no fogo e quando ela estiver fervendo, acrescentar as ervas mexendo com uma colher de pau, deixar amornar.
Tomar o banho normal, depois jogar o banho de ervas por cima. Para o banho de limpeza não coar as ervas e ao derramá-las sobre o corpo, mentalizar que está levando embora toda a negatividade, depois retirar as ervas do corpo com as mãos, jogando-as no chão como se estivesse jogando os miasmas, não esfregar a toalha no corpo, apenas absorver o excesso de água. Tomar o banho de ervas de preferência á noite antes de dormir, à luz de velas, e se possível, com um incenso para o mesmo propósito.
Banho de Limpeza Este banho tem o propósito de remover possíveis energias que estejam absorvendo nossa vitalidade. Tomá-lo de preferência ás sextas-feira (regência de Vênus) ou Sábado (regência de Saturno), em dia de Lua Minguante.
Quando se sentir sobrecarregado pode tomá-lo em qualquer dia da semana ou em qualquer Lua. Este banho não pode ser tomado todos os dias, pois o sal grosso em excesso fragiliza a aura. Tome este banho de preferência apenas uma vez por semana.
Ingredientes: Arruda, Guiné, Alecrim, Manjericão, Sálvia e Sal Grosso.