Astrologia Chinesa: 2017 é o ano do Galo de Fogo

galodefogo

O Ano do Galo traz-nos boas perspetivas de sucesso e triunfo, mas lembra-nos que só podemos alcançar as nossas metas com trabalho árduo, paciência e perseverança. Podemos obter boas recompensas, mas elas não nos cairão no colo. O Galo de Fogo chama-nos à ação e incita-nos a ir à luta – como um galo.

Para além do signo que rege cada ano, o Zodíaco chinês identifica também um Elemento que exerce uma maior influência e que cria variações na energia de cada signo. Este ano, do Galo, será regido pelo Elemento Fogo, mas um Fogo com uma energia “Yin”, feminina, que desperta o nosso calor interior, o gosto por prazeres mais caseiros, a importância dos laços de família. Podemos ser tomados por recordações de um passado distante, retomar projetos e ideias que havíamos deixado esquecidos na gaveta há muito tempo.

Os anos regidos pelo signo Galo são marcados pela ação, pela justiça ou pela necessidade dela, por notícias bombásticas e pela necessidade de ações lógicas. 

Neste ano, tal como aconteceu em 2016, o Elemento Fogo é predominante; conjugada com a energia do Galo, desaconselham-se os riscos imprudentes, as ações que não são devidamente pensadas, os riscos que não são avaliados devidamente. Qualquer passo pode ganhar proporções inimagináveis, por isso é necessário ser mais prudente e refletir bem antes de tomar decisões importantes neste ano: todas as ações são exacerbadas.

Os períodos mais auspiciosos ao longo do ano serão o Outono e as duas semanas finais de cada estação: é nesses períodos que a energia estará mais estável, pois o elemento Terra tem maior influência nessas fases.

A nível político o Ano do Galo de Fogo pode trazer tensão e conflitos, pois os ânimos estarão exaltados já que o Galo tende a ser muito impulsivo. A migração motivada pela guerra e pelas mudanças climatéricas intensificará ainda mais o clima e hostilidade e a tensão entre povos.

O Galo é, por natureza, vaidoso e exibicionista: este ano favorece a ascensão de novas estrelas no mundo da música e do espetáculo, personalidades carismáticas que causarão um forte impacto.

A nível particular, o Ano do Galo pode trazer o tão desejado sucesso à vida daqueles que se têm empenhado com esforço e dedicação a um projeto pessoal. Também é um ano que favorece as mudanças, a criatividade, a inovação. É um bom ano para mudar completamente de vida, iniciando um novo capítulo a nível profissional, material ou pessoal.

E a nível de relacionamentos, o que nos espera?

Para quem está solteiro, este ano é bastante favorável para começar um novo relacionamento. No entanto, o Ano do Galo de Fogo também pode por um fim súbito, ou impor a uma drástica mudança, em relacionamentos que poderiam avançar para um compromisso mais sério. Uma mudança súbita de residência, uma surpresa inesperada ou qualquer alteração de planos pode criar uma reviravolta no destino.

Os bebes nascidos neste ano serão temperamentais e voluntariosos, caraterizados pela personalidade forte e determinada do Galo de Fogo. Aqueles que nascerem na Primavera serão, ainda assim, mais dóceis.

Embora este ano traga bastante tensão e o equilíbrio seja difícil de manter, é também favorável aos casamentos: curiosamente a cor vermelha, que é a cor dominante neste ano, é também a cor dos vestidos de noiva na China (sabia que o branco é, para os orientais, a cor do luto?).

Como aproveitar a energia deste ano?

Para equilibrar a energia do Galo de Fogo deverá dar mais destaque à energia do Elemento Terra, que lhe traz a estabilidade de que o impetuoso Galo de Fogo muitas vezes carece. Assim, os objetos de cerâmica podem e devem ser usados na decoração; os tons amarelos e tons terra no vestuário e nos acessórios. Deve evitar-se o uso excessivo da cor vermelha, que domina o ano, para não aumentar a energia de tensão e conflito.

Maria Helena

Gratidão: o segredo das pessoas felizes.

gratidao

A gratidão pode te fazer feliz. Ser grato é uma capacidade que, uma vez adquirida, transforma seu olhar sobre o mundo, sobre a vida, sobre as pessoas e sobre cada acontecimento.

Há quem diga que o brasileiro é um povo feliz, otimista, que tende sempre a enxergar o lado cheio do copo, porém, o que a observação tem me mostrado é que os otimistas são, na verdade, indivíduos que conseguem sentir gratidão – sejam brasileiros ou não sejam.

Aprendi uma vez assistindo a uma entrevista que: mais importante do que dizer obrigada é dizer um “muito obrigada” com entusiasmo a tudo de bom que nos acontece.

A motivação é imprescindível para quem quer iniciar o treino de agradecer ao invés de reclamar. Isso tem sido proposto por muitos profissionais que já perceberam que o comportamento de ser grato pode mesmo fazer milagres.

A capacidade de manter o pensamento positivo, de ter sempre o olhar voltado para o lado bom das coisas (e acreditem: tudo, tudo mesmo tem um lado bom) e o hábito de agradecer todos os dias vai nos levando lentamente a uma mudança de paradigmas, de valores – e essa mudança pode ser uma das responsáveis pela nossa felicidade.

Indivíduos que reclamam muito são aqueles que desenvolveram padrões de pensamentos e comportamentos pessimistas. Se fizermos um treino, poderemos perceber que, para cada evento, para cada acontecimento em nossa vida, existe o nosso olhar, o nosso sentir, o nosso pensar, o nosso interpretar. São eles que podem transformar aquela experiência em algo positivo ou negativo. A grande força está nas “lentes” com as quais os nossos olhos enxergam a vida. Podemos olhar para o trânsito congestionado, para o apagão da energia elétrica, para a implicância da colega de trabalho e para o peso que aumentou na balança no último fim de semana como grandes catástrofes. Podemos reclamar da bagunça que as crianças fazem em casa, podemos detestar a chatice daquela pessoa que insiste em saber como estamos, podemos reclamar por ter que ir ao supermercado lotado e desejar a morte ao cachorro do vizinho que late a noite inteira.

O que faria uma pessoa grata em cada uma dessas situações?

Sim, porque a vida delas não é perfeita. Elas são felizes, apesar de.

Felizes por irem de carro ao trabalho e por não precisarem enfrentar a humilhação que é andar de transporte público no nosso país. Gratas pela luz elétrica existir ao perceberem que só damos valor a ela quando não a temos, e também por terem se lembrado de comprar velas para quando vierem os apagões.

Elas também agradecem por terem um trabalho, afinal de contas, talvez existam colegas chatas em todos eles e talvez também sejamos chatos aos olhos dos outros, todavia, trabalhar é preciso e ter um emprego é motivo de gratidão sempre. Uma pessoa grata e feliz curte o final de semana e jamais se escraviza por algo que valha mais do que sair da dieta para comer e beber com os amigos ou com a família.

Gente grata adora a bagunça das crianças porque isso é sinal de que estão bem e estão saudáveis. Elas valorizam os amigos, principalmente, os que se preocupam com elas enviando mensagens e querendo saber como elas estão. Eu particularmente aprendi que pouquíssima gente se importa de verdade comigo e como consequência disso, priorizo os poucos que me dedicam alguma atenção em tempos tão solitários. Sobre o supermercado, todos nós devemos ser gratos por poder estar na fila imensa – há muitos que gostariam de estar lá, comprando pelo menos o necessário.

E quanto ao cachorro da vizinha: ah… pessoas gratas e felizes costumam ter cachorros e amam incondicionalmente todos eles, sejam do vizinho, sejam das ruas – além do mais, elas dormem bem. Dizem que insônia é coisa de gente infeliz e de consciência pesada.

A gratidão pode ser uma das portas para a felicidade, exatamente por que as pessoas gratas são sempre felizes. Agradeça, agradeça muito e sempre. Caso esteja lendo essas palavras em um dia ruim, agradeça por poder ler, pela cama para dormir, por poder se alimentar. Pare de olhar para o que não existe, para o que não pode, para o que não está, para o que não é.

Enquanto você lamenta, reclama, agride e recita aqueles famosos versos da hiena Hardy “ó dia, ó céus, ó azar”; alguém ao seu lado solta uma gargalhada, afinal, já que é para imitar as hienas, que seja pelo que elas fazem de melhor: rir!

Dentro de cada um de nós há uma guerra constante entre duas energias, que eu prefiro deixar aqui ilustradas apenas como o lado cheio e o lado vazio do copo. Quem sofre pela água que não tem, deixa de beber a que está ali disponível debaixo do nariz de cada um de nós. E em cada amanhecer é dada a todos a oportunidade de viver um lindo dia, uma nova vida, uma diferente forma de experienciar o que virá.

Dê-se uma nova oportunidade. Comece exercitando a gratidão.

Viviane Battistella

Arcano do dia -“Quatro de Espadas”

quatroespadas

Iniciamos a semana com a bela Rainha de Paus, trazendo aí a energia do fogo para as grandes realizações, mas hoje o quatro de espadas aparece para pedir a pausa, a reflexão e o pensamento claro.

Quando não há nada que possa ser feito, o jeito é saber esperar. Porém, quem hoje consegue se permitir ficar quieto e não intervir? A ansiedade é tanta que precisamos nos sentir no controle da situação, ao ponto até de determinar como outros devem ou não agir.

Se isso sempre trouxesse resultados positivos, ainda haveria uma razão de ser. Entretanto, observamos que, na prática, quanto mais ficamos em cima de algo mais a situação se complica.

Assim, de vez em quando é simplesmente melhor dar uma recuada e se permitir deixar o tempo passar. Muitas vezes isso significa ficar um tempo só, após sucessivas tentativas fracassadas de relacionamento ou tirar férias, quando não conseguimos encerrar um trabalho de jeito nenhum.

O importante é se permitir dar um tempo, até mesmo para reorganizar as ideias, relaxar, descansar, ou obter uma perspectiva diferente da vida. Afastar-se também pode ajudar os outros a perceber a importância que você tem na vida deles. Ou seja, se você estiver sempre presente, seja no trabalho, seja nos relacionamentos, nunca fará falta.

Boa terça-feira a todos!

Namastê!

Ser espiritual…

agora1031

“Ser espiritual não significa isolar-se do mundo, ao contrário, quer dizer praticar a arte de estar e não-estar. Ser espiritual significa estar em contato com a realidade mas longe dela: viver sem apegos, pronto para partir a qualquer momento. Uma pessoa espiritual vive bem pois seus sentimentos são concentrados nos assuntos eternos. Ela tem alta dose de coragem porque enfrenta os desafios como oportunidades de aprendizado e crescimento espiritual.”

Marcelo Bulk

#misticosonline #tarot#misticos#tarotonline
http://www.misticosonline.com.br