O Poder do Mantra

misticosblog

O mantra pode ser qualquer som, sílaba, palavra, frase ou texto, que detenha um poder específico. Mas é fundamental que pertença a alguma língua morta, na qual os significados e as pronúncias não sofram a erosão dos regionalismos por causa da evolução da língua. Existem mantras para facilitar a concentração e meditação, mantras para energizar, para adormecer ou despertar, para desenvolver chakras ou vibrar canais energéticos a fim de desobstruí-los.

A vibração sonora faz nascer em nossa mente uma atmosfera de serenidade e como dizia Buda:

“O homem é aquilo que pensa.”

No Tibete utiliza-se o mantra como orações repetidas. É um caminho e um meio de alcançar paz e também elevação da consciência ou iluminação.

Tudo o que pensamos se concretiza na matéria, por esse motivo eles valorizam muito a palavra, ou seja tudo aquilo que falamos e pensamos.

O Mantra mais utilizado na tradição tibetana e associado ao Bodhisattva da Compaixão é o

Om Mani Padme Hum (pronuncia-se Om Mani Peme Hum).

Om – representa a presença de todos os Buddhas, o começo de todos os mantras a própria consciência ou a luz.

Quando entoamos o Om a função é libertar tudo o que precisa ser libertado dentro de nós, afastar o ego, orgulho e o apego. Esse mantra também protege e cria vibrações benéficas e salutares e ainda ensina a meditar no ritmo tranquilo e entrar em contato com a devoção.

Mani – significa a joia da compaixão, capaz de realizar todos os desejos. É o som da transformação, pois a joia da mente (ou a pedra filosofal) que nos coloca em contato com a eternidade. Ela também ajuda a fechar a porta de entrada de energias densas especialmente a inveja.

Também pode ser considerado a mente sutil, refinada e conectada com a compaixão por todos os seres, desta forma ela cria um padrão de pensamento positivo fazendo uma higiene mental e trazendo sensação de felicidade. E num estágio mais avançado o desprendimento do sofrimento que os desejos nos causam.

Padme – significa a flor de lótus, aquela que nasce do lodo e floresce. Ou seja, ela nasce da escuridão, de onde há sujeira e dificuldade, abre suas flores somente após ter subido além da superfície do lodo.

Cria emoções positivas e muito forte para quem tem dificuldades de lidar com suas próprias emoções.

Hum – Essa sílaba representa a mente iluminada e funciona com um som de limpeza, dissipa as sombras. Eternidade e ajuda no sofrimento de sentimentos de raiva e ódio. Ele é a libertação de tudo que não faz parte ou é positivo para nossa alma. É também o infinito, a Mãe Terra e a eternidade.

O significado literal do mantra seria – Oh! A joia do Lótus, ou da lama nasce a flor de lótus.

A união entre o homem e o universo.

Existe também outros benefícios que resultam da repetição deste mantra, incluindo a produção do mérito e destruição do carma negativo.

O poder do mantra está em apaziguar os pensamentos e elevar a consciência à vibrações energéticas mais sutis, nos trazendo relaxamento e serenidade. Entoar um mantra é sempre um caminho que conduz a paz.

Por isso quem “mantra” seus males espanta!

Como anda a energia de sua casa?

agora11392

Lugar mágico esse, a casa nossa de cada dia. Um pequeno reino, pedaço do paraíso. Acho que é unanimidade a gostosa sensação de voltar pra casa depois de uma viagem, onde se é possível ser a si próprio como em nenhum outro lugar do mundo.
Mesmo aqueles que adoram bater perna por aí e precisam sair pra ver o mundo todos os dias, é no silêncio e no aconchego do lar onde repõe as energias ou procuram abrigo quando bate tristeza, solidão… mas como está a energia do seu lar? Você sabe? Consegue perceber?
Temos o cuidado -necessário- de proteger a casa de assaltos e bandidos. Providenciamos grades, muros altos, cerca elétrica, instalamos circuito de alarme, vídeo e mais tantas outras parafernálias para nos proteger de invasões, protegemos nossos pertences, conquistas e os bens materias. Perfeito!
Muitos lembram de proteger a si próprios, os membros da família, aqueles que amamos, espiritual e energicamente. Ao menos tentamos, quando dá, quando lembramos. Seja com orações, meditações, amuletos, se apegando aos santos e aos anjos. Mas poucas pessoas, a grande minoria que eu conheço, se lembra de proteger e/ou limpar energicamente seus lares. Defendemos nosso espaço físico com unhas, dentes e grades, porque sabemos que do portão para dentro o espaço é nosso. No astral não é bem assim. É claro que você tem o direito e deve defender e sua casa também energeticamente mas as linhas divisórias não são claras.
Se você já tem sua sensibilidade um pouco desenvolvida consegue perceber, ao entrar em um ambiente quando este está”carregado”. A cabeça dói, o coração fica apertado, dá enjôo. São muitos os “sintomas”. Porque isso acontece? Porque existem alguns pontos comerciais que parecem ser malditos onde nada prospera? Porque existem alguns ambientes que parecem que dão calafrios e os cachorros não ficam de jeito nenhum?
Bem, podem ser muitos e distintos os motivos e cada caso é um caso, que deve ser estudado cuidadosamente. Mas quero falar genericamente sobre como é possível, de forma bem simples, melhorar a energia de um ambiente.
Tudo o que pensamos, dizemos e vibramos é energia. E essa energia é capaz de impregnar ambientes, móveis, paredes. Imagine uma casa onde existem brigas constantes, há agressão, desrespeito, confusão gritaria. Todo o ambiente fica “sujo” e acaba atraindo através do padrão vibratório esse mesmo tipo de energia, cria-se uma mão de duas vias, onde essa energia gerada atrai mais influência externa negativa e vice-versa.

A negatividade externa traz ainda mais controvérsia. Instala-se um ciclo auto-alimentado.
Essa energia é densa e cria uma identidade, uma assinatura. Pode permanecer por muito, muito tempo em um ambiente. Isso é só energia que geramos. Acrescente todo tipo de influência externa.
Então, o que é que pode ser feito? Vou listar abaixo atitudes simples que ajudam a melhorar o padrão vibratório de um ambiente:

– Organização : mantenha cômodos, gavetas, ármarios sem bagunça. Não usa mais ? Doe. Faça a energia circular.
– Limpeza: Para todos os itens acima. Não deixe lixo acumulado (se puder deixar fora de casa, como em um quintal, melhor). Não deixe roupa suja por semanas a fio. Lave-as todas assim que possível. Não deixe comida estragada dentro de casa. Verifique sempre geladeira, freezer, despensa.
– Plantas (em bom estado) ajudam. Animais também.
– Um aglomerado de cristal nos cantos da casa (pode ser um potinho com sal grosso)
– Música ambiente como mantras, em volume baixo fazem muito bem.
– Evitar discussões dentro de casa.
– Cristais são ótimos. Se eles te atraem, estude quais são os cristais indicados para o que você quer, onde e como devem ser usados.
– Aromaterapia: Funciona demais! Pode ser óleos essencias usados em difusor ou incensos. Recomendo que você pesquise o que é indicado para o que busca, assim como os cristais, a lista é extensa.
– Procurar manter o padrão mental alerta e positivo.
– Orar (se for com todos os moradores pelo menos 1X semana, melhor ainda).
– Evitar mídia (TV, rádio, Internet) sensacionalista, apelativo.
– Mentalizações/ exteriorização de energia.
– Antes de entrar em casa visualize todos os problemas ficando na rua. Visualize sua casa cheia de paz e luz.
Com alguma frequência limpo o chão da minha casa e os batentes das portas com uma mistura de anil (para água ficar azul), arnica e cânfora, decreto: Nessa casa só entra paz, luz e prosperidade. Comece limpando do fundo, terminando na porta da frente.
São pequenas atitudes conscientes, que acumuladas tornam o ambiente mais saudável.

Atitudes conscientes mudam uma vida.
Fiquem bem!

Quem Mantra seus males espanta…

agora53

Esse não é exatamente o ditado popular que você ouve desde a  infância, mas a pequena adaptação que fizemos trouxe um novo sentido, porém não menos verdadeiro, para a famosa frase.

Afinal, os Mantras –  vibrações energéticas produzidas por sons sagrados – são capazes de aquietar a mente e apaziguar o coração, o que garante um profundo bem estar emocional.

Entoada repetidas vezes, essas sílabas de origem Hindu ainda tem o poder de elevar a consciência, funcionando como um meio de comunicação com o plano espiritual.

“A prática leva à percepção de que você é um ser divino”

Existem inúmeros tipos de mantra, provenientes de várias religiões e tradições antigas e para diferentes finalidades.

Para atuar no campo sutil ou energético:

(OM) Pronuncia-se oum, é o mantra mais importante de todos, pois representa a criação do Universo e todo o conhecimento dos Vedas. Trata-se do som primordial, do qual se originam todos os outros. Além de limpar a mente, abrir os canais energéticos e atrair forças positivas, promove a cura.

(SHRIM) Ativa a capacidade de atrair e conservar a abundância. Segundo a tradição hindu, se você pronuncia-lo 100 vezes terá sua riqueza multiplicada por esse número. Se entoar mil vezes, o resultado será correspondente.

(HRIM) Mantra relacionado à purificação, é uma reverência a Maheshvari, a deusa protetora.

(HOM) Corresponde à consciência transcedental, energia masculina manifestada em Shiva.

(SHUM) Utilizado para atrair inteligência e sabedoria.

(GAM) Elimina obstáculos e traz sucesso nos negócios.

(AIM) É acionado para atrair a intenção de cura. Carrega a energia Sarasvati, que ecoa sabedoria e criatividade.

Namastê!