Arcano da Semana – A Torre

crowley-16

O primeiro ponto importante é que temos que ter consciência de que apenas cai aquilo que não tinha uma base sólida o suficiente para aguentar o raio ou o terremoto. Cai o que não tinha estrutura para se sustentar e por isso, se vem a queda, é porque nem tudo era assim tão seguro como imaginávamos. Isso significa que quando cai a Torre, podemos ver ali na carta que a base continua, ou seja, tudo aquilo que foi bem construído se mantém, o que permite que uma nova construção seja feita em seu lugar.

Além disso, temos que perceber que o que cai na verdade são as máscaras, é aquilo que usamos para nos proteger do mundo e nós mesmos. Criamos falsas estruturas para fugir da realidade e nos proteger inclusive da nossa essência. Nos prendemos no castelo e quanto mais alta essa torre que construímos, maior será a nossa queda.

Por isso, um dos conselhos que a carta da Torre nos dá é que sempre temos a opção de fazer a mudança por bem, de descer do topo do castelo antes que seja tarde demais. O raio está a caminho e vai nos lançar. Por isso, melhor sairmos na frente e fazer a mudança logo de uma vez.

Além disso, temos que ter esperança, lembrando que o próximo arcano é a Estrela, arcano da fé e da liberdade. Só que para vivermos toda felicidade que o próximo arcano nos promete, temos antes que nos despir de todas as falsas verdades e estruturas que cercam a nossa vida. Temos que nos lançar livres de tudo que nos aprisiona e que nos limita. Temos que abandonar tudo que não serve mais, pois só assim conseguiremos construir uma realidade mais profunda e verdadeira.

Em outras palavras, a carta da Torre pede mudanças e elas são inevitáveis. Podemos, com elas, ser levados ao fundo do poço, mas só assim conheceremos profundamente a nós mesmos e nos fortaleceremos para seguirmos adiante.

A carta da Torre, muitas vezes e justamente por tudo isso, é a grande oportunidade que a pessoa tem de se libertar daquilo que não serve mais e que ela não sabe como fazer. É, muitas vezes, o empurrão que a pessoa precisa para transformar e se libertar.

Por isso, quando estamos vivendo a Torre, temos que aprender a desapegar e acreditar que se a mudança for bem feita, logo vem a Estrela e então podemos reconstruir tudo do nosso jeito, sem falsas verdades e sem medos, de acordo com nossa própria verdade e rumo à verdadeira felicidade.

Por Titi Vidal

Arcano regente da semana RAINHA DE PAUS”

rainhadepaus

 

Título – Rainha do Trono das Chamas

Elemento – Água do Fogo

Tetagramaton – He – Responde e apóia a energia de Yod

Nome Divino – Yahveh Heloin

Mundo Cabalístico – Beriah – Mundo da Criação

Sephirah – Binah – Compreensão do princípio primal feminino

Correspondência Astrológica – Aries

Planeta – Saturno

Estabilidade, Segurança, Confiança, aconchego,certeza de poder contar com toda nossa estrutura.

A rainha de Paus fala de um momento onde podemos nos sentir seguros em relação aos instrumentos que temos para tecer e criar nossa própria estrutura.

Momento em que encontramos instrumentos para gerar a satisfação de nossas necessidades.

Gostar mais de nós mesmos, do nosso seu espaço, passando a cuidar mais da nossa saude e da nossa casa.

É hora de nos sentirmos  bem a gente  mesmo, sinta-se confortável com as bases que você já possui com aquilo que está construindo.

Emocionalmente se estamos bem conosco mesmo, nunca estamos sozinhos.

Excelente prenúncio nesta segunda-feira, de uma semana regida por uma paixão enorme pela vida e por tudo que ela pode nos oferecer.

É um convite para que repartamos as bençãos de amor com nossos irmãos e que nos permitamos a dar forma aos nossos sonhos mais criativos.

É um bom convite também para meditarmos sobre o quanto de paixão encontramos em nosso viver e como podemos ampliar esse sentimento.

Tenham todos um muito otimista início de semana!

Nicoli Paviani