Arcano da Semana – A Torre

crowley-16

O primeiro ponto importante é que temos que ter consciência de que apenas cai aquilo que não tinha uma base sólida o suficiente para aguentar o raio ou o terremoto. Cai o que não tinha estrutura para se sustentar e por isso, se vem a queda, é porque nem tudo era assim tão seguro como imaginávamos. Isso significa que quando cai a Torre, podemos ver ali na carta que a base continua, ou seja, tudo aquilo que foi bem construído se mantém, o que permite que uma nova construção seja feita em seu lugar.

Além disso, temos que perceber que o que cai na verdade são as máscaras, é aquilo que usamos para nos proteger do mundo e nós mesmos. Criamos falsas estruturas para fugir da realidade e nos proteger inclusive da nossa essência. Nos prendemos no castelo e quanto mais alta essa torre que construímos, maior será a nossa queda.

Por isso, um dos conselhos que a carta da Torre nos dá é que sempre temos a opção de fazer a mudança por bem, de descer do topo do castelo antes que seja tarde demais. O raio está a caminho e vai nos lançar. Por isso, melhor sairmos na frente e fazer a mudança logo de uma vez.

Além disso, temos que ter esperança, lembrando que o próximo arcano é a Estrela, arcano da fé e da liberdade. Só que para vivermos toda felicidade que o próximo arcano nos promete, temos antes que nos despir de todas as falsas verdades e estruturas que cercam a nossa vida. Temos que nos lançar livres de tudo que nos aprisiona e que nos limita. Temos que abandonar tudo que não serve mais, pois só assim conseguiremos construir uma realidade mais profunda e verdadeira.

Em outras palavras, a carta da Torre pede mudanças e elas são inevitáveis. Podemos, com elas, ser levados ao fundo do poço, mas só assim conheceremos profundamente a nós mesmos e nos fortaleceremos para seguirmos adiante.

A carta da Torre, muitas vezes e justamente por tudo isso, é a grande oportunidade que a pessoa tem de se libertar daquilo que não serve mais e que ela não sabe como fazer. É, muitas vezes, o empurrão que a pessoa precisa para transformar e se libertar.

Por isso, quando estamos vivendo a Torre, temos que aprender a desapegar e acreditar que se a mudança for bem feita, logo vem a Estrela e então podemos reconstruir tudo do nosso jeito, sem falsas verdades e sem medos, de acordo com nossa própria verdade e rumo à verdadeira felicidade.

Por Titi Vidal

Arcano do dia “As de Paus”

agora11290

Os Ases simbolizam sempre a conquista do objetivo do naipe. E a transição para uma nova tarefa. Assim, esta carta representa o momento onde a gente percebe que acabou de construir determinadas bases. e que agora já pode contar com esta conquista para a realização de outras necessidades.
Mostra um momento de ruptura com dependência, laços estabelecidos por falta de segurança própria. Com valores que significavam escudos para proteger as fragilidades. Perda dos mecanismos de defesa.
Mudanças. Quebra de estruturas que estavam frágeis e que não traziam a proteção devida.
Saída de um emprego onde a pessoa sentia-se presa, ou dependente, mas com segurança de poder contar com outras coisas.
Venda ou mudança de casa. Como também de cidade, se associada com outro Ás ou com o Regresso.

Segurança para romper com relações, ou mudança na forma de se relacionar, eliminando as dependências. Por exemplo, um dos parceiros encontra um trabalho que traz remuneração, depois de um período dependente financeiramente, isso muda a relação, mas não necessariamente traz a ruptura dela, ao contrário pode melhorar a relação.
Às vezes a ruptura de uma relação de dependência não parte da gente, e sim do outro, isto pode trazer uma fragilidade momentânea, porque nem sempre percebemos estes laços, mas depois de um determinado tempo, passamos a compreender melhor os acontecimentos e percebemos que realmente estávamos aprisionados e sem crescimento.

Quebra de uma velha estrutura em função de iniciar uma nova. Segurança na mudança de atividade. Começo de uma atividade estável.

Ser espiritual…

agora1031

“Ser espiritual não significa isolar-se do mundo, ao contrário, quer dizer praticar a arte de estar e não-estar. Ser espiritual significa estar em contato com a realidade mas longe dela: viver sem apegos, pronto para partir a qualquer momento. Uma pessoa espiritual vive bem pois seus sentimentos são concentrados nos assuntos eternos. Ela tem alta dose de coragem porque enfrenta os desafios como oportunidades de aprendizado e crescimento espiritual.”

Marcelo Bulk

#misticosonline #tarot#misticos#tarotonline
http://www.misticosonline.com.br